Entenda mais

Técnica Quântica é a nova aposta para pessoas que buscam equilíbrio



E2 Quântico, processo desenvolvido por profissional em Brasília, tem ajudado mais de 3 mil pessoas a superarem cargas emocionais negativas e padrões mentais e limitantes


​Brasília, 24/10/2017 - "​Sem dúvida é um trabalho sensacional, onde a cada sessão é vista evolução. Muito mais que orientar, promove a reflexão, uma busca pelo reencontro de quem somos e aonde queremos chegar.​ Aprendendo a lidar com as nossas emoções, com as más experiências do passado e extraindo só o que nos fortalecerá daquilo que um dia esteve a nos derrubar. Temos muito o que agradecer do fundo do coração, por tão bonito trabalho feito com tanta dedicação."​ M.M . (DF). Esse é o depoimento de uma das interagentes (pacientes) do processo E2 Quântico, desenvolvido pela​ ministradora e​ terapeuta quântica Vivika Barone, associada à Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos (ABRATH) e à International Therapist Registry. Os relatos podem ser conferidos no site www.e2quantico.com.br.


Com a experiência de ter atendido mais de 3 mil pessoas em seu consultório, a terapeuta tem recebido cada vez mais retornos positivos do processo, que proporciona a pessoas em desequilíbrio energético a superarem vários tipos de problemas. Esse processo é um facilitador para obtenção do equilíbrio energético e vibracional do indivíduo, através da identificação dos desníveis energéticos, realinhando-os em um novo padrão. O tratamento pode ser feito de forma presencial ou à distância.


O E2 Quântico utiliza-se da radiestesia e da radiônica (sensibilização através das radiações com a utilização do Pêndulo e da Mesa Radiônica Quântica) para trazer serenidade e equilíbrio a quem dele se beneficia. Os termos estão relacionados ao estudo da captação de ondas eletromagnéticas e de como se encontra o nível da energia do indivíduo.


Quem mais procura pelo trabalho da profissional são homens e mulheres vítimas das tribulações da sociedade moderna. E muitos têm conseguido superá-las por meio dessa técnica, suportada por ramo teórico da ciência que comprova a emissão e absorção de energia de toda matéria.


Vivika Barone explica que o estado ou meio em que um indivíduo se encontra pode afetar seu estado vibratório, físico, emocional e mental, provocando desequilíbrio de seu estado natural. “O E2 Quântico é orientado à autodescoberta e ao autoconhecimento para que o indivíduo, através de uma perspectiva de equilíbrio energético, posicione-se e a si próprio, em seu meio social, familiar e profissional, para o alcance de seus objetivos e de sua realização, ou seja, sua felicidade”, explica.


Além disso, é possível medir não somente pessoas, mas também a energia impregnada e latente em ambientes e objetos. “Todos os seres, espaços e objetos, possuem fisicamente uma composição atômica, que permanentemente sofrem ação de energia. Essa não muda a essência original dos seres, espaços e objetos, mas os afeta entre si, podendo desestabilizar seu estado de harmonia e equilíbrio”, explica a terapeuta.


À distância - O atendimento à distância é muito simples. Para captar o estado energético do interagente, são necessários o nome completo, a data de nascimento e uma foto. Todo o processo poderá ser acompanhado por meio do Skype, Hangout, ou enviado detalhadamente pelo Whatsapp. “Os benefícios da Mesa Radiônica RP, mesmo à distância, tem a mesma eficácia da realizada de forma presencial. A energia quântica não se limita a tempo e espaço. Ela se propaga de forma holística, desde que os canais (a terapeuta e você) estejam alinhados e focados no entendimento de como buscar o seu equilíbrio energético”, explicou Vivika Barone.


Para S. N., que mora em New Hampshire (EUA), o E2 Quântico mudou sua vida: “Eu era uma pessoa com muitos traumas, medos e, de certa forma, me acomodei a esta situação, porque não via saída. Isto durou quase 40 anos. Foi quando Vivika Barone começou a trabalhar comigo. Passei por mesas radiônicas de reorganização com as limpezas, de traumas e emoções negativas, harmonização familiar, e outras. Nem dá para acreditar o que eu era e o que eu sou hoje”.